Segunda-feira, 28 de Fevereiro de 2011
Homenagem a Eduardo Pinto - Concurso de Fotografia

            Regulamento do Concurso de Fotografia

 O Concurso de Fotografia “ EDUARDO PINTO” é uma iniciativa da Equipa da Biblioteca Escolar da ESA, do Departamento de Expressões e da Associação de Pais e Encarregados de Educação, que tem por objectivos valorizar a fotografia enquanto forma de expressão artística e homenagear o fotógrafo amarantino Eduardo Teixeira Pinto.

          Art° Primeiro

          (Participantes)

O concurso encontra-se aberto a todos os alunos da Escola Secundária de Amarante.

        Art° Segundo

            (Tema)

O tema do concurso é "Olhar Amarante".

         Art° Terceiro

            (Trabalhos)

a) Os trabalhos poderão ser a cores e/ou a preto e branco.

b) Cada participante pode apresentar a concurso até 3 trabalhos em duas modalidades (preto e branco e/ou cores).

d) Os trabalhos deverão ser apresentados com formato de 20x30 ou 30x40 cm.

e) Os trabalhos deverão ser entregues em sobrescrito fechado. No exterior, figurará apenas o pseudónimo do concorrente. No verso de cada trabalho, deverá constar, em letra legível, o título do trabalho, o pseudónimo e a indicação do local de recolha da imagem.

f) Juntamente com os trabalhos, deverá ser entregue um sobrescrito fechado contendo nome, idade, turma, e-mail (caso possua) e número de telefone do concorrente e, no exterior, a indicação do pseudónimo.

          Art° Quarto

      (Prazo de entrega)

Os trabalhos poderão ser entregues em mão, até 14 de Março de 2010, na Biblioteca da ESA .

         Art° Quinto

               (Júri)

a) O júri será constituído por 4 elementos:

  • Um professor de Artes da ESA.
  • Um representante da Equipa da Biblioteca Escolar.
  • Um representante da Associação de Pais
  • Um representante da família do fotógrafo   

b) O Presidente do júri, que será designado entre os 3 elementos que o compõem, terá voto de qualidade.

c) A decisão do júri é final e irrevogável, não havendo lugar a recurso.

Art° Sexto

(Prémios)

Um exemplar do livro “ Eduardo Teixeira Pinto – a poética da imagem “ para cada uma das modalidade a concurso : preto e branco ou cores

         Art° Sétimo

         (Divulgação)

a) Os trabalhos apresentados a concurso, serão objecto de exposição Biblioteca Municipal de Amarante em data a divulgar oportunamente.

b) Os resultados serão divulgados através da Biblioteca Escolar.

        Art° Oitavo

    (Disposições finais)

a) A organização reserva-se o direito de expor, publicar ou reproduzir quaisquer dos trabalhos premiados, salvaguardando sempre a indicação do autor.

b) Os trabalhos não premiados poderão ser levantados pelos respectivos autores, durante um período de 60 dias a partir de 31 de Março de 2010. Finda essa data, os trabalhos revertem para o acervo da Escola Secundária/3 de Amarante.

c) A apresentação dos trabalhos pressupõe a plena aceitação do presente regulamento.

      Art° Nono

       (Diversos)

a) Os casos omissos do presente regulamento serão resolvidos pelo júri.

 

 



publicado por BE Lerporquesim às 00:20
link do post | comentar | favorito

Domingo, 27 de Fevereiro de 2011
Homenagem a Eduardo Pinto

 

A Biblioteca Escolar, o Departamento de Expressões e a Associação de Pais e

Encarregados de Educação vão homenagear um fotógrafo amararantino, Eduardo

Pinto. A sessão de abertura desta homenagem acontecerá no dia 28.   

Dos vários eventos previstos, destacamos a Exposição de fotografias de

Eduardo Teixeira Pinto e aguarelas de alunos no Pavilhão Central, que estará

disponível entre o dia 28 de Fevereiro e 17 de Março; o Concurso de fotografia; 

a redacção de textos a partir de fotografias até 11 de Março e a venda de um postal.

A sessão de encerramento  e entrega  de prémios do Concurso de Fotografia 

decorrerá  no dia 17 de Março.

 


Mais informações sobre Eduardo Pinto aqui.



publicado por BE Lerporquesim às 23:23
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 24 de Fevereiro de 2011
Livro do Mês

Segunda Guerra Mundial. Na rua Himmel as pessoas vivem um

dia-a dia penoso, sob o peso da suástica e dos bombardeamentos

cada dia vez mais frequentes, mas não deixam de sonhar. A Morte,

narradora omnipresente e omnisciente, cansada de recolher almas,

observa com compaixão e fascínio a estranha natureza dos humanos.

Várias personagens desfilam, do pequeno Rody à pequena Liesel.

E enquanto os nazis queimavam livros proíbidos em grandes fogueiras,

as palavras eram desmedidamente importantes no seu poder de destruir

ou de salvar.

    " As horas caídas de 30 de Maio

 (...) para mim o resultado foram quinhentos mil pessoas ou perto disso.

 Cinquenta mil outros vagueavam dasajolados por entre os terríveis montes

de entulho, tentando perceber onde é que estavam e que soalhos de destruídos

perteenciam a quem

Quinhentas almas!Transportava-os nos dedos como malas ou atirava-os para

cima do ombro. Eram apenas crianças que eu transportava nos braços.(...) "



publicado por BE Lerporquesim às 20:56
link do post | comentar | favorito

Casa - Museu de Miguel Torga

Vamos iniciar um Roteiro de Casas de Escritores, onde entraremos pela porta adentro,

com a intenção de imaginar as cadeiras onde se sentaram, as janelas que lhe davam

acesso ao mundo, os seus hábitos diários.

Agora que os dias começam a convidar a um passeio, propomos-te algumas casas, que

se tornaram museu. Espaços, outrora lugares de intimidade dos que lá habitaram, onde

nasceram obras geniais.

Para estrear esta nova iniciativa do Lerporquesim, escolhemos a Casa de Miguel Torga.

   

Adolfo Rocha, mais conhecido por Miguel Torga, nasceu em Vila Real ( Sabrosa), em 1907

mas viveu em Coimbra, onde se encontra a sua Casa transformada em Museu. É nesta

cidade que exerce medicina e onde se dedica à sua genialidade criativa, sempre com o

seu Marão a moldar-lhe o caracter. Faleceu em 1995.

A Casa - Museu  recebe visitas, exposições, palestras, e outras actividades ligadas à cultura.

              MIGUEL TORGA porque eu sou quem sou.

              Torga é uma planta transmontana, urze campestre,

              cor de vinho, com as raízes muito agarradas e duras,

              metidas entre as rochas.

              Assim como eu sou duro

              e tenho raízes em rochas duras, rígidas,

              Miguel Torga é um nome ibérico,

              característico da nossa península.

Não te esqueças que podes encontrar várias obras de Miguel Torga na tua BE.

Para procurares mais informações, consulta aqui



publicado por BE Lerporquesim às 13:31
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 22 de Fevereiro de 2011
Leitor do Mês de Janeiro

Já temos vencedora do Leitor do Mês de Janeiro! Chama-se Francisca Cerqueira e

pertence á turma 7ºA.

 

 

 

Parabéns Francisca e continua a crescer com livros!

 



publicado por BE Lerporquesim às 21:24
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 14 de Fevereiro de 2011
Dia dos namorados. III

 

 

 

DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DOS (AS) NAMORADOS (AS):

* Ter opiniões;
* Afecto;
* Merecer confiança;
* Segurança;
* Apoio;
* Falar;
* Ser amado(a);
* Ver os(as) amigos(as);
* Ver a família;
* Ser escutado(a);
* Ter um tempo para si;
* Errar;
* Divertir-se;
* Fidelidade;
* Respeito;
* Tolerância;
* Mostrar os sentimentos;
* Pedir ajuda;
* Dizer “não”;
* Crenças religiosas;
* Paciência.
Os Jovens o Amor e o Sexo

de Mirian Stoppard-   Civilização

 



publicado por BE Lerporquesim às 22:49
link do post | comentar | favorito

Dia dos namorados. II

E também uma foto famosa. Anónimo, esse casal foi "apanhado" num momento

de intimidade numa rua de Paris por um famoso fotógrafo do início do sec XX,

Robert Doisneau.

 

 

 



publicado por BE Lerporquesim às 00:18
link do post | comentar | favorito

Dia dos namorados. O amor está no ar...

Começamos o dia com um tema duma banda famosa nos anos 60.

Deixamos aqui um tema apropriado ao dia de hoje, All we need is love

 

 



publicado por BE Lerporquesim às 00:04
link do post | comentar | favorito

Domingo, 13 de Fevereiro de 2011
O Aleph, o mais recente livro de Paulo Coelho

 

 

Este é o mais recente livro do escritor brasileiro, Paulo Coelho.

Nesta obra, o autor aventura-se numa caminhada de descoberta espiritual, num encontro consigo e com a vida.

"Para se reaproximar de Deus -- segundo a editora  Pergaminho-- o mago resolve começar tudo de novo: viajar, viver novas experiências, relacionar-se com as pessoas e o mundo. Assim, entre Março e Julho de 2006, guiado por sinais, visita três continentes, lançando-se numa jornada através do tempo e do espaço, do passado e do presente, em busca de si próprio".

Desta peregrinação, nasce a constatação da importância daquilo que lhe está mais próximo.


tags:

publicado por BE Lerporquesim às 23:34
link do post | comentar | favorito

O que andas a ler?

O livro Cão Espião foi um dos livros que eu li no mês de Novembro, pertencente à Biblioteca Escolar, e foi um dos que eu mais gostei.

Trata-se de uma cadela espião que ajudou as autoridades a prender um bandido, que, por sua vez, lhe ficou com muita raiva. Mais tarde, este decidiu, com uns amigos, fugir da cadeia para se vingar da cadela que o tinha posto na prisão. Assim , quando saiu, arranjou uma cadela igual à outra , mas que fazia só o mal. E então, toda a gente deixou de gostar da cadela boa. O bandido planeou um assalto mas a cadela espião, com a ajuda da família que a adoptou, impediu o assalto. Ele foi preso e toda a gente ficou a ver quem era a cadela boa e a má.

O livro tem continuação. Eu ainda não tive oportunidade de ler, mas recomendo todos os

alunos que gostem de aventura, que leiam o Cão Espião.

Letícia Costa - 10º CLH

 

 



publicado por BE Lerporquesim às 22:15
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim
.Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Já temos novo blog!

. Vem aí um novo formato pa...

. Vencedora do concurso de ...

. Dia da Filosofia

. Livro de Mês

. Outubro, Mês Internaciona...

. Outubro, Mês Internaciona...

. Livro de Mês

. Día de la Hispanidad en l...

. Outubro, Mês Internaciona...

.arquivos

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

.links
.pesquisar